Pesquisar neste Blog

15 novembro 2010

Música: Telegraph Road, do Dire Straits

"E a velha e suja trilha virou a Estrada do Telégrafos…"

Lover Over Gold - Dire Straits

Telegraph Road – a mais longa música da banda inglesa Dire Straits, com seus 14 minutos e 15 segundos de duração – é a faixa que abre o álbum Love Over Gold, lançado em meados do ano 1985. Recebendo classificações como "rock sinfônico", "rock progressivo" e outras, Telegraph Road é sem dúvida uma das mais belas composições da banda, manifestando um alto grau de harmonia – no som – e lirismo – na letra –, comparável a Brothers in arms e Tunnel of Love.

A melodia da música apresenta inúmeras variações ao longo de todo o percurso; logo no início, umas suaves notas de teclado são acompanhadas por um dedilhar de violão também terno, culminando em uma espécie de "abertura oficial" – com notas de guitarra características da banda – em que Mark Knopfler começa a sussurrar: "A long time ago, came a man on a track". A partir de então, teclado, guitarra e bateria trabalham juntos, dando lugar a alguns trechos de suavidade e outros de atividade intensa. Bem… só mesmo escutando a música para entender o que eu estou falando.

Dire StraitsMark Knopfler

A letra da faixa conta a história da construção de uma cidade a partir de uma trilha primitiva (a tal Telegraph Road), que mais tarde se transforma em avenida principal e lugar de grande congestionamento de veículos, ao redor da qual grandes instalações – prédios e empresas – vão sendo formadas; até que, muito tempo depois, a cidade se torna grande demais para ela mesma e então entra em colapso. Um trecho que considero muito bonito é o seguinte:

"Then came the mines – then came the ore
Then there was the hard times then there was a war
Telegraph sang a song about the world outside
Telegraph road got so deep and so wide... Like a rolling river..."

Não posso deixar de mencionar aqui o solo de guitarra final que, depois da frase "All the way down the Telegraph Road", preenche os quatro minutos restantes da música, num ritmo alucinado em que se misturam sons agressivos de bateria, guitarra e teclado. É ao longo desse grande solo que os ouvidos mais imaginativos podem escutar os sons de trovão do raio ilustrado na capa do CD.

A prova do sucesso de Telegraph Road é a sua indefectível presença em quase todos os shows da carreira solo de Mark Knopfler, o ex-líder da banda. Até mesmo nos dias contemporâneos, como no caso da turnê de Shangri-la em 2005, Knopfler reproduziu a velha canção do Dire Straits. No mais, a versão ao vivo mais conhecida é a tocada no Alchemy, um dos grandes shows da época da banda, realizado em 1984.

~~~~~~

Abaixo, para quem quiser ouvir, está a música:

3 comentários:

  1. é a musica de que mais gosto do Dire Straits. Escuto esde os meus 13 anos. to com 38 anos!!

    ResponderExcluir
  2. Amigo, só queria te avisar que o album LOVE OVER GOLD, foi lançado em 1982, e na verdade o album que foi lançado em 1985 pelo dire straits foi o Brother in arms. Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Meu caro, obrigado pela correção! Sinta-se à vontade por aqui!

    Abraço.

    ResponderExcluir

Muito obrigado pela visita ao Gato Branco! Seu comentário será extremamente bem-vindo! :)